Existem muitas vantagens quando se trata da energia solar, seja fotovoltaica ou heliotérmica. A energia solar além de ser economicamente viável, também é uma forma de  geração de energia boa para o meio ambiente. 

Porém, também existem desvantagens, tais como, alto custo de aquisição, é uma forma de energia que não poder gerar no período noturno e falta de incentivo do governo brasileiro em relação à energia solar.

Todavia, é possível destacar inúmeras vantagens de tal processo de geração, por exemplo, a energia solar é um recurso totalmente renovável, não gera nenhum barulho, é uma energia limpa e quase não precisam de manutenção e, principalmente, o Brasil se localiza em uma posição estratégica e privilegiada quando comparado aos outros países, porque é capaz de receber muita energia eletromagnética proveniente do sol como é possível visualizar na figura a seguir.

Vale lembrar que nos últimos anos a produção de energia por fontes renováveis está crescendo em larga escala, porque as pessoas e os países estão se preocupando cada vez mais com o planeta e realizando grandes investimentos nessa área. Mesmo com pouco incentivo do governo, atualmente, é notável perceber que o pais caminha para isso, pelo fato de ter uma matriz energética com predominância de térmicas e hidroelétricas, mostrando um crescimento muito rápido quanto a geração de energia solar e com as eólicas, provando que no futuro é possível ter mais de 50% da matriz energética por fontes renováveis.

Devemos ter em mente que a energia e as formas de seu uso mudam com o decorrer do tempo, seja pela evolução tecnológica, seja por necessidade da humana, mas é fato que a ela não pode ser avaliada isoladamente, pois cada pais tem uma realidade e necessidades diferentes. No Brasil, existem diversas fontes renováveis, tais como a água, a cana de açúcar, biomassa, grande índice solar, marés e grande quantidade de ventos. Se essas fontes forem devidamente aproveitadas, será possível aumentar significativamente a diversidade da nossa matriz energética.

Usina solar

  Também conhecida como parque solar, a usina solar é projetado para produção e venda de energia elétrica fornecendo energia em alta tensão para fins de distribuição e não para o consumo próprio como os sistemas fotovoltaicos instalados nas residências.

A grande parte dos parques solares são instalados sobre o solo. Eles podem ser fixos ou podem ser construídas para acompanhar o movimento do sol no decorrer do dia, porém essa opção apresenta um custo maior de operação e manutenção da usina.

Seu modo de funcionamento é bem simples. Primeiro os painéis solares produzem energia em corrente continua, depois é usado um inversor para converter essa correte em corrente alternada. Para se transmitir essa energia é necessário elevar a tensão. Por fim, a eletricidade produzida pelo parque solar é transmitida pelas redes de transmissão de energia e distribuída pelas destruidoras para o consumidor final.

Heliotérmica

A energia heliotérmica ou energia solar térmica é produzida por meio da energia solar de forma indireta, uma vez que, primeiro o calor do sol é captado e armazenado para depois ser transformado em energia solar mecânica e novamente transformado em eletricidade de fato. Por meio de raios solares, podendo ultrapassar os 1500ºC.

Esse processo é realizado com a reflexão dos raios solares diretos usando um sistema de espelhos, que são denominados como coletores ou helióstatos que acompanham a posição do sol com o decorrer do dia e refletem a luz para um único ponto.     Neste ponto, um receptor é colocado por onde estará passando um fluido térmico. No qual será devidamente aquecido pelos raios solares refletidos para gerar vapor. O fluído mais comum é a água, tornando uma forma de geração de energia limpa do começo ao fim., porém existem outros tipos de fluídos térmicos, como, sais fundidos e óleos térmicos.

Após a etapa do aquecimento do fluído, a usina heliotérmica funcionará como uma usina termoelétrica. Por ter um processo de funcionamento muito semelhante, já que, o vapor movimentará as turbinas acionando o gerador que produzirá energia. 

Atualmente existem quatro modelos de heliotérmicas, por exemplo, refletor linear Fresnel, receptor central (torre), cilindro parabólico, disco stirling.

Próximo Artigo